quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

DESIDERATA

Hoje, durante um almoço com uma pessoa, conversamos sobre história e arqueologia, dois assuntos que apreciamos muito. No meio da conversa, ela me falou de um poema, que acabei pesquisando na Internet e encontrando em várias versões.

Para mim, não é só um poema, mas também dicas para se viver bem.

Segue o texto:

"Siga tranqüilamente entre a inquietude e a pressa, lembrando-se que há sempre paz no silêncio. Tanto que possível, sem humilhar-se, viva em harmonia com todos os que o cercam.

Fale a sua verdade mansa e calmamente e ouça a dos outros, mesmo a dos insensatos e ignorantes – eles também tem sua própria história.

Evite as pessoas agressivas e transtornadas, elas afligem nosso espírito. Se você se comparar com os outros você se tornará presunçoso e magoado, pois haverá sempre alguém inferior e alguém superior a você. Viva intensamente o que já pode realizar.

Mantenha-se interessado em seu trabalho, ainda que humilde, ele é o que de real existe ao longo de todo tempo. Seja cauteloso nos negócios, porque o mundo está cheio de astúcia, mas não caia na descrença, a virtude existirá sempre.

“Você é filho do Universo, irmão das estrelas e árvores. Você merece estar aqui e mesmo que você não possa perceber a terra e o universo vão cumprindo o seu destino.”

Muita gente luta por altos ideais e em toda parte a vida está cheia de heroísmos.

Seja você mesmo, principalmente, não simule afeição nem seja descrente do amor; porque mesmo diante de tanta aridez e desencanto ele é tão perene quanto a relva.

Aceite com carinho o conselho dos mais velhos, mas seja compreensível aos impulsos inovadores da juventude.

Alimente a força do Espírito que o protegerá no infortúnio inesperado, mas não se desespere com perigos imaginários, muitos temores nascem do cansaço e da solidão.

E a despeito de uma disciplina rigorosa, seja gentil para consigo mesmo. Portanto esteja em paz com Deus, como quer que você O conceba, e quaisquer que sejam seus trabalhos e aspirações, na fatigante jornada da vida, mantenha-se em paz com sua própria alma.

Acima da falsidade, dos desencantos e agruras, o mundo ainda é bonito, seja prudente. Lute para ser feliz."

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

UBATUBA VERÃO 2013 - TURISMO DESCONTROLADO PREJUDICA A CIDADE

Em quase todas as semanas do mês de Janeiro de 2013, publiquei textos falando sobre a temporada de verão de 2013 em Ubatuba, comentando sobre problemas que ocorrem não só na temporada, mas ao longo do ano, como também sobre as conseqüências que o turismo descontrolado causa para a cidade.

Embora tenhamos o Carnaval daqui a alguns dias, e novamente Ubatuba vá sofrer pelos mesmos motivos, finalmente a temporada de verão já está acabando, para felicidade dos moradores locais e principalmente por parte da natureza, que "agradece" o fim da temporada.

Meu intuito com todos os comentários e críticas que fiz, é colaborar para que Ubatuba seja preservada da melhor forma possível, é diminuir este turismo "predatório", é incentivar o turismo consciente, responsável e equilibrado.

Enquanto escrevia este texto tive a oportunidade de ler uma infeliz reportagem que falava da morte de peixes em riacho na região da Praia Grande, por excesso de esgoto desepejado ali. Outra reportagem falava que a Praia do Tenório havia se tornado um "shopping center" a céu aberto, tão grande a quantidade de pessoas vendendo coisas por ali, algumas até em situação irregular. Onde está a fiscalização de Ubatuba?

Sem dúvida, a temporada de férias em Ubatuba é muito legal, contudo, existem outros lugares em outras cidades ou no campo, em hotéis-fazenda, em acampamentos de férias, em navios de cruzeiro, onde os turistas podem passar férias agradáveis, sem causar tanto impacto em um só lugar.

Para aqueles que leram os meus textos e se sentiram incomodados de alguma forma, imagino se talvez eles não sejam exatamente aqueles que criam cada um dos problemas que critiquei.

Ao observar as estatísticas de leitura destas publicações, fico satisfeito em saber que muita gente as viu e mesmo depois de terminada a temporada, ainda irá ver.

Espero que tenham entendido o "recado".

Espero que tenham divulgado e comentado o que leram, e mais do que isso, espero que tenham se conscientizado, pelo menos um pouco.

Mesmo que seja algo utópico, eu continuarei a "tocar nesta mesma tecla", com toda certeza.

Para a próxima temporada de verão, pretendo colocar mais textos e fazer uma divulgação ainda maior.

E vamos em frente...

domingo, 27 de janeiro de 2013

A IMPORTÂNCIA DAS ABELHAS

Ontem eu assisti a um documentário da TV5 (França) que falava sobre a importância das abelhas.

Talvez poucos saibam ou percebam a importância das abelhas em nossa vida.

Elas são responsáveis pela polinização das plantações, e isto gera um aumento enorme de produtividade. Por exemplo, em uma plantação de amêndoas na Califórnia (U.S.A.), sem a polinização das abelhas, são colhidos 10 quilos de amêndoas por hectare plantado, enquanto com a polinização das abelhas, são colhidos 700 quilos de amêndoas por hectare. Estes números mostram por si só a importância destes animais em nossas vidas.

Existem alguns países da Ásia e Europa, que estão tendo problemas para o cultivo de produtos, pois não existem abelhas em quantidade suficiente para realizar a polinização. Colméias estão sendo importadas de outros países para suprir esta necessidade.

O pior está acontecendo em na Europa e América do Norte, onde milhões de abelhas estão morrendo, e colméias desaparecendo, sem que os cientistas saibam exatamente qual o motivo.

Algumas pesquisas apontam para alguns pesticidas de última geração, que quando aplicados nas plantas, são assimilados pelas abelhas, que acabam levando para as colméias.

Outras pesquisas mostram que um novo tipo de pesticida, que é aplicado na semente do milho, por exemplo, antes do mesmo ser plantado, é um dos causadores do problema, e que o veneno é disseminado para a planta inteira, à medida que ela cresce. Para a felicidade da população francesa e das abelhas de lá, o governo francês proibiu a venda deste pesticida, produzido por uma empresa alemã, que convenientemente nega a toxicidade do produto para a abelha, mas os testes científicos realizados pelos franceses não mentem e mostram uma realidade bem diferente.

Uma coisa que eu não sabia, e fiquei sabendo ontem, é que as abelhas que polinizam plantações de alimentos transgênicos, assimilam algum tipo de substância oriunda destas plantas geneticamente modificadas, que ataca o seu trato digestivo, provocando a morte delas. Imagino o que estes produtos transgênicos devem fazer com a gente.

Cientistas analisaram algumas colméias cuja população de abelhas havia sido dizimada, e encontrou traços de venenos de vários tipos, e em alguns casos, encontraram até 31 tipos de venenos diferentes.

De certa forma, as abelhas servem como um “medidor” da contaminação do ambiente em que vivemos.

Os cientistas estão preocupados com a queda constante na população de abelhas, pois se este número continuar a decair, haverá problema de abastecimento de alimentos.

Que este alerta dos cientistas possa tocar a consciência dos produtores agrícolas.

( Texto : Wilson Luiz Negrini de Carvalho )

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

O QUE TEMOS VISTO POR AÍ

Minha amiga Keli, do Facebook, postou uma mensagem muito legal hoje, cuja autoria é atribuída a Arnaldo Jabor. Segue a mensagem:

"O que temos visto por aí?

Baladas recheadas de garotas lindas, com roupas cada vez mais micros e transparentes. Com suas danças e poses em closes ginecológicos, cada vez mais siliconadas, corpos esculpidos por cirurgias plásticas, como se fossem ao supermercado e pedissem o corte como se quer... mas???

Chegam sozinhas e saem sozinhas. Empresários, advogados, engenheiros, analistas, e outros mais que estudaram, estudaram, trabalharam, alcançaram sucesso profissional e, sozinhos. Tem mulher contratando homem para dançar com elas em bailes, os novíssimos "personal dancer", incrível.

E não é só sexo não! Se fosse, era resolvido fácil, alguém dúvida? Sexo se encontra nos classificados, nas esquinas, em qualquer lugar, mas apenas sexo!

Estamos é com carência de passear de mãos dadas, dar e receber carinho, sem necessariamente, ter que depois mostrar performances dignas de um atleta olímpico na cama... Sexo de academia.

Fazer um jantar pra quem você gosta e depois saber que vão "apenas" dormir abraçadinhos, sem se preocuparem com as posições cabalisticas.

Sabe essas coisas simples, que perdemos nessa marcha de uma evolução cega. Pode fazer tudo, desde que não interrompa a carreira, a produção. Tornamo-nos máquinas, e agora estamos desesperados por não saber como voltar a "sentir", só isso, algo tão simples que a cada dia fica tão distante de nós.

Quem duvida do que estou dizendo, dá uma olhada nos sites de relacionamentos "ORKUT", "PAR-PERFEITO" e tantos outros, veja o número de comunidades como: "Quero um amor pra vida toda!", "Eu sou pra casar!" até a desesperançada "Nasci pra viver sozinho!".

Unindo milhares, ou melhor, milhões de solitários, em meio a uma multidão de rostos cada vez mais estranhos, plásticos, quase etéreos e inacessíveis, se olharmos as fotos de antigamente, pode ter certeza de que não são as mesmas pessoas, mulheres lindas se plastificando, se mutilando em nome da tal "beleza".

Vivemos cada vez mais tempo, retardamos o envelhecimento, e percebemos a cada dia mulheres e homens com cara de bonecas, sem rugas, sorriso preso e cada vez mais sozinhos.

Sei que estou parecendo o solteirão infeliz, mas pelo contrário... Pra chegar a escrever essas bobagens? (Mais que verdadeiras) é preciso ter a coragem de encarar os fantasmas de frente e aceitar essa verdade de cara limpa.

Todo mundo quer ter alguém ao seu lado, mas hoje em dia isso é julgado como feio, démodê, brega, famílias preconceituosas.

Alô gente!!! Felicidade, amor, todas essas emoções fazem-nos parecer ridículos, abobalhados...

Mas e daí? Seja ridículo, mas seja feliz e não seja frustrado. "Pague mico", saia gritando e falando o que sente, demonstre amor...

Você vai descobrir mais cedo ou mais tarde que o tempo pra ser feliz é curto, e cada instante que vai embora não volta mais...

Perceba aquela pessoa que passou hoje por você na rua, talvez nunca mais volte a vê-la, ou talvez a pessoa que nada tem haver com o que imaginou mas que pode ser a mulher da sua vida. E, quem sabe ali estivesse a oportunidade de um sorriso a dois... Quem disse que ser adulto é ser ranzinza ?

Um ditado tibetano diz: "Se um problema é grande demais, não pense nele... E, se ele é pequeno demais, pra quê pensar nele?"

Dá pra ser um homem de negócios e tomar iogurte com o dedo, assistir desenho animado, rir de bobagens e ou ser um profissional de sucesso, que adora rir de si mesmo por ser estabanado.

O que realmente, não dá é para continuarmos achando que viver é out ou in.

Que o vento não pode desmanchar o nosso cabelo, que temos que querer a nossa mulher 24 horas maquiada, e que ela tenha que ter o corpo das frutas tão em moda, na TV, e também na Playboy e nos banheiros. Eu duvido que nós homens queiramos uma mulher assim para viver ao nosso lado, para ser a mãe dos nossos filhos, gostamos sim de olhar e imaginar a gostosa, mas é só isso, as mulheres inteligentes entendem e compreendem isso.

Queira do seu lado a mulher inteligente: "Vamos ter bons e maus momentos e uma hora ou outra, um dos dois, ou quem sabe os dois, vão querer pular fora, mas se eu não pedir que fique comigo, tenho certeza de que vou me arrepender pelo resto da vida".

Porque ter medo de dizer isso, porque ter medo de dizer: "Amo você", "fica comigo"... Então não se importe com a opinião dos outros, seja feliz!

Antes ser idiota para as pessoas que infeliz para si mesmo!"

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

UBATUBA VERÃO 2013 - FALTA DE INFRA-ESTRUTURA

Uma das piores coisas que podem acontecer na época de temporada em Ubatuba e cidades do Litoral Norte Paulista é a falta de coisas essenciais.

Ubatuba não comporta a quantidade de turistas que vai para a cidade.

O resultado é falta de água, a falta de produtos de um modo geral, um trânsito sobrecarregado (ao extremo) e muitos outros inconvenientes, gerando desconforto para todos.

Quando entra a questão sanitária, a coisa fica muito mais grave. Este ano por exemplo, os jornais noticiaram que a quantidade de lixo gerada por dia pelos turistas, superava em muito a capacidade de coleta dos caminhões de lixo do Litoral Norte Paulista.

Até entendo que para alguns turistas isto não tenha problema, contudo, nem todo mundo gosta de ficar sem água para tomar banho e para outras coisas. Nem todo mundo gosta de ficar sem comprar aquilo que necessita. Nem todo mundo aprecia o risco sanitário e nem o mau cheiro do lixo não recolhido pelas ruas.

Mesmo que os comerciantes sejam contra, a Prefeitura, não só de Ubatuba, mas de outras cidades do Litoral norte Paulista, precisa arrumar algum jeito de limitar a quantidade de pessoas, pois desta forma como está hoje, não é possível ficar.

Me lembro que há alguns anos, Ilhabela limitou o número de carros que podiam entrar na ilha em feriados prolongados e época de temporada. Lembro ainda que na ocasião, eu participava de uma lista de discussão na Internet sobre Ilhabela, onde proprietários de imóveis estavam bastante irritados com os turistas, já que estes últimos traziam incômodo de todos os tipos. A coisa ficou caótica ao ponto do trânsito simplesmente não andar mais, por todos os cantos da ilha. Não sei se esta limitação de número de veículos ainda está em vigor em Ilhabela, mas ficaria muito feliz se ainda estivesse.

Ubatuba e outras cidades do Litoral Norte Paulista precisam fazer a mesma coisa. Mais do que isso, precisam se preocupar em oferecer um turismo de qualidade, onde as pessoas (moradores e turistas) possam ter um mínimo de conforto e infra-estrutura adequada.

De que adianta você ir para o litoral, onde você só vai se aborrecer, sem conseguir ir a nenhum lugar por causa do trânsito, com lixo não recolhido pela rua comprometendo sua saúde e de sua família, sem água para tomar banho ou realizar as tarefas de casa? Isto é lamentável!

Para os turistas que buscam um lugar com o mínimo de condições para se passar alguns dias de folga, talvez seja melhor procurar outros lugares, pois acabarão encontrando aborrecimentos desnecessários no Litoral Norte Paulista, ou pior, passarão a fazer parte do problema local.

sábado, 19 de janeiro de 2013

A PARÁBOLA DA ÁRVORE-DOS-DESEJOS

Estava eu fazendo uma sessão de "5S" (arrumando a bagunça) nas minhas coisas que estavam guardadas há mais de 10 anos, quando encontrei o texto a seguir. Trata-se de uma parábola cuja autoria desconheço.

Segue a parábola:

"Uma vez um homem estava viajando e, acidentalmente, entrou no paraíso.

No conceito indiano de paraíso existem árvores-dos-desejos. Você simplesmente senta debaixo delas, deseja qualquer coisa e imediatamente seu desejo é realizado - não há intervalo entre o desejo e sua realização.

O homem estava cansado e pegou no sono sob a árvore-dos-desejos. Quando despertou, estava com muita fome, então disse:

- Estou com tanta fome, desejaria poder conseguir alguma comida de algum lugar.

E imediatamente apareceu comida vinda do nada. Simplesmente uma deliciosa comida flutuando no ar. Ele estava tão faminto que não prestou atenção de onde a comida viera - quando se está com fome, não se é filósofo.

Começou a comer imediatamente, e a comida era deliciosa.

Depois, a fome tendo desaparecido, olhou à sua volta. Agora estava satisfeito.

Outro pensamento surgiu em sua mente:

- Se ao menos eu conseguisse algo para beber...

Como não há proibições no paraíso, imediatamente apareceu um excelente vinho. Bebendo-o relaxadamente na brisa fresca do paraíso, sob a sombra de uma árvore, começou a pensar:

- O que está acontecendo? O que está havendo? Estou sonhando, ou existem espíritos ao redor que estão fazendo truques comigo?

E espíritos apareceram. E eram ferozes, horríveis, nauseantes.

Ele começou a tremer, e um pensamento surgiu em sua mente:

- Agora vou ser assassinado, com certeza...

E ele foi assassinado.

Esta é uma antiga parábola, de imenso significado. Sua mente é a árvore-dos-desejos - o que você pensa, mais cedo ou mais tarde se realiza.

Às vezes o intervalo é tão grande que você se esquece completamente que, de alguma maneira, "desejou" aquilo, então não faz a ligação com a fonte. Mas, se olhar profundamente, perceberá que todos os seus pensamentos, com medos e receios, estão criando você e sua vida. Eles criam seu inferno, criam seu paraíso. Criam seu tormento, criam sua alegria. Eles criam o negativo, criam o positivo.

Todos aqui são mágicos, e todos estão fiando e tecendo um mundo mágico ao seu redor, e aí são apanhados. A aranha é pêga em sua própria teia.

Ninguém o está torturando, a não ser você mesmo.

Uma vez que isto seja compreendido, mudanças começam a acontecer. Então você pode dar a volta, pode transformar seu inferno em paraíso; é simplesmente uma questão de pintá-lo a partir de um ângulo diferente.

A responsabilidade é toda sua.

Seu paraíso depende de você"

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

A VIDA

Segue um texto que achei muito legal, e cuja autoria é atribuída a Mario Quintana:

"A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa.

Quando se vê, já são seis horas!

Quando se vê, já é sexta-feira...

Quando se vê, já terminou o ano...

Quando se vê, perdemos o amor da nossa vida.

Quando se vê, já passaram-se 50 anos!

Agora é tarde demais para ser reprovado.

Se me fosse dado, um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio. Seguiria sempre em frente e iria jogando, pelo caminho, a casca dourada e inútil das horas.

Desta forma, eu digo: Não deixe de fazer algo que gosta, devido à falta de tempo, pois a única falta que terá, será desse tempo que infelizmente não voltará mais!"

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

UBATUBA VERÃO 2013 - NUNCA LEVE CACHORRO NA PRAIA


A falta de limites e de bom senso de alguns turistas é simplesmente incrível.

Eles estão cansados de saber que existem leis que proíbem levar cachorro na praia.Estão cansados de saber que tanto a urina quanto as fezes dos cachorros contaminam a areia, provocando diversas doenças.

Mesmo sabendo de tudo isto, levam animais na praia. Existem os casos em que, além de levar o cachorro na praia, os deixam soltos, causando mais este inconveniente para os outros turistas que não gostam ou têm medo de cachorro.

Francamente! A fiscalização precisa agir com mais rigor!

Aliás, eu me pergunto: onde está a fiscalização em Ubatuba?

Turistas precisam respeitar as regras e leis dos lugares que freqüentam.

Turistas precisam aprender que eles COMPARTILHAM um espaço público com outras pessoas, e isto não lhes dá direito de quebrar regras e leis, de fazer o que bem entendem, e muito menos o direito de poluir ou contaminar o lugar.

Acordem, Prefeitura e comunidades de Ubatuba! Já passou da hora de agir com mais eficácia e seriedade!

sábado, 12 de janeiro de 2013

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

ENSINARÁS

Segue um texto muito legal, cuja autoria é atribuída a Madre Teresa de Calcutá:

"Ensinarás a voar, mas não voarão o teu vôo.

Ensinarás a sonhar, mas não sonharão o teu sonho.

Ensinarás a viver, mas não viverão a tua vida.

Ensinarás a cantar, mas não cantarão a tua canção.

Ensinarás a pensar, mas não pensarão como tu.

Porém, saberás que cada vez que voem, sonhem, vivam, cantem e pensem, estará a semente do caminho ensinado e aprendido."

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

CUIDADO PARA NÃO SE ACOSTUMAR COM A PAISAGEM

Segue um texto cuja autoria é atribuída a Luiz Marins que é muito interessante:

"Um dos maiores perigos que enfrentamos na vida é o de nos acostumarmos com a paisagem.

Acostumar com a paisagem significa não enxergar mais os detalhes das coisas que vemos todos os dias e dos ambientes em que vivemos.

Como vemos sempre a mesma coisa, estamos sempre naquele lugar, já não prestamos mais atenção nas coisas erradas, quebradas e sujas.

Como estamos sempre com as mesmas pessoas, elas se tornam parte da paisagem e não damos mais a atenção que deveríamos dar a elas. Passamos a não tratá-las bem, com respeito e polidez.

A verdade é que nos acostumamos com aquela paisagem e ligamos nosso piloto automático.

Vejo empresas com paredes sujas, cantos quebrados, salas de espera mal arrumadas, banheiros sujos e mal cuidados e até plantas secas em vasos.

Quando “chamo a atenção” para o que não são meramente detalhes, as pessoas se surpreendem. Elas não enxergam mais aquilo tudo. Elas se acostumaram com a paisagem.

Conheço subordinados que perderam o respeito em relação a seus chefes e chefes que perderam o respeito em relação a seus subordinados. Esse relacionamento diário fez com que ambos não prestassem mais atenção ao que falam, como falam, como se comportam, etc.

O mesmo acontece com clientes e fornecedores antigos. Eles acabam fazendo parte de nossa paisagem e aí não damos mais a atenção que dávamos a eles e acabamos até perdendo o respeito que deveríamos ter.

Na vida pessoal é a mesma coisa. A nossa esposa, nosso marido, nossos filhos e até pais e amigos começam a fazer parte de nossa paisagem. Perdemos o respeito que se traduz em gentileza, consideração, em ouvir com atenção e levar a sério o que dizem.

Há até mesmo o risco de nossa imagem começar a fazer parte da paisagem e não percebermos mais o quanto estamos gordos, feios, mal vestidos e até com falta de cuidados em nossa higiene pessoal. Aquela imagem que vemos todos os dias no espelho acaba fazendo parte da paisagem como se não pudesse ser mudada.

Cuidado, pois, para não se acostumar com a paisagem. Preste atenção!

Pense nisso. Sucesso!"

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

FRASES DE HENRI DURVILLE

Seguem algumas frases interessantes de Henry Durville.

Aliás, elas são interessantes no contexto esotérico.
  • "Primeira coisa: conhecer-te (os antigos faziam deste conhecimento o 1º estágio da sua iniciação). Purificar-se, depurar o corpo, depois, educar o espírito."
  • “Em torno de ti irradiam forças e vibrações que são tais como as produzes, como tu podes criar e dirigir a teu gosto. Esta atmosfera psíquica influencia aqueles que te rodeiam e pode operar à distância”.
  • “É perigoso e ilógico dar explosivos a uma criança, assim como é imprudente dar ou confiar segredos àqueles que não estão em estado de compreendê-los”.
  • “Toda a ciência, a das religiões ainda mais que as outras, quer um espírito livre e desprendido de idéias preconcebidas; como ela se dirige ao Brâmane na Índia, ao Budista em Sião ou China, quanto ao Cristão na Europa, tem, portanto, toda a necessidade de guardar cada um a sua fé no seu próprio coração, e permitir à sua inteligência seguir as vias que a razão lhe abre e que não são nem menos seguras, nem menos obrigatórias do que aquelas da fé”.
  • “Todas as iniciações, todas as doutrinas mitológicas, não tendem senão a livrar a alma do peso da matéria, a depurá-la, a esclarecê-la pela irradiação da inteligência, a fim de que, desejosa de bens espirituais, possa lançar-se fora do círculo das gerações para se elevar até a fonte de sua existência”.
  • “Quando tu agires, antes de agir, pensa em agir, porém pensa no Espírito para que ele permita agir como pensas. Todos pensadores dizem isto”.
  • “Todo o mal vem do homem, portanto, importa que o homem o conheça, conhecendo-se”.
  • “Todos os seres são ligados uns aos outros, e muitas vezes, nossos atos têm repercussão desconhecida sobre os seres que não conhecemos”.
  • “A causa do sofrimento está na sede de viver, na sede de prazer, na sede de poder”.
  • “Estar unido com aqueles que não se ama é sofrimento, porque a dessemelhança de sentimentos e idéias, quando não é adoçada por uma terna afeição, vem a ser uma carga insuportável”.
  • “O poderoso, se soubesse o que é a Verdade, demitir-se-ia de seu poder, que obriga a atos que ele não conhece, nem pode conhecer, todas as repercussões, mas das quais guardará sempre, sem que o saiba, toda a responsabilidade”.
  • “Não imploreis aos Deuses impotentes; é em vós mesmos que deveis procurar o que é preciso para a vossa libertação. Cada homem constrói sua própria prisão”. 

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

UBATUBA VERÃO 2013 - TEMPORADA DE ABORRECIMENTOS NA PRAIA

Todos os anos, as pessoas aproveitam esta época do ano para curtir uma praia.

Algumas estão em período de trabalho e aproveitam somente os feriados de Natal e Ano Novo. Outras estão de férias.

Embora isto seja praticamente igual em todas as cidades turísticas, vou focar meus comentários mais na cidade de Ubatuba (SP).

Se para os turistas Ubatuba é um paraíso, e para os comerciantes locais seja uma excelente oportunidade para ganhar dinheiro, existe um outro lado da moeda, que somente quem mora nestas cidades pode relatar, ou que, por interesses comerciais, muitas vezes não é comentado.

O que vou escrever muitos já sabem, mas de qualquer forma, vale a pena lembrar.

Antes de começar, quero dizer que a crítica que farei aqui, não se dirige a todos os turistas, mas sim àqueles que realmente criam aborrecimentos, fazendo todo o tipo de baderna, sujeira e arruaça.

Infelizmente, alguns turistas chegam em Ubatuba e pensam que não existem limites, regras e leis. É como se eles estivessem em um outro mundo, onde pudessem fazer o que quisessem, quando quisessem, da maneira que quisessem. Os moradores locais e outros turistas são obrigados a conviver com a sujeira, bagunça e barulho (principalmente fora de hora), promovidas por eles.

E por qual razão os turistas vão para estes lugares? Na realidade são várias razões, mas eu acho que a principal delas é pela beleza do local, além da paz, e é exatamente esta beleza e esta paz que estes turistas estão destruindo. É irônico não é? A pessoa destruir o motivo pelo qual ela vai a um lugar.

Outra coisa que na minha maneira de ver também traz prejuízos, é a desvalorização dos imóveis nos locais onde a baderna é maior, pois obviamente, somente os desavisados irão comprar imóveis lá. Quem já tem, infelizmente é obrigado a arcar com as conseqüências da escolha mal feita. Para aqueles que desejam comprar um imóvel em Ubatuba, eu recomendo que visite o local onde está localizado o mesmo, durante um feriado prolongado, de dia e à noite. Existe um ditado que diz o seguinte: "antes de comprar a casa, procure saber quem são os vizinhos". Isto é super válido para Ubatuba e região. Sem você saber, o seu sonho de um imóvel na praia pode acabar virando um pesadelo.

Há alguns anos atrás, o prefeito de outra cidade do litoral paulista acabou com a arruaça que este povo fazia, colocando ordem na cidade e cada um no seu lugar. Ubatuba precisa fazer o mesmo, URGENTEMENTE.

Já passou da hora das autoridades e da população local, colocar "ordem na casa".

Como cidadão pagador de impostos em Ubatuba, tenho todo o direito de pedir isto e de criticar o que fazem para prejudicar a cidade.

Aos políticos que pouco ou nada fazem pela cidade, um recado muito importante: não são os turistas que votam em vocês em época de eleições. Lembrem-se disto!

domingo, 6 de janeiro de 2013

O SIMBOLISMO


Este é mais um daqueles temas em que é possível "viajar" bastante.

Tentar explicar o simbolismo através do pobre poder das palavras é quase impossível, pois na minha percepção, o simbolismo nada mais é do que um meio de exprimir algo que não é possível exprimir através das palavras.

O simbolismo transcende a percepção natural e entra no "terreno" da "inteligência do coração". Acho que a frase certa seria: o simbolismo é sentido, ao invés de ser entendido.

Todo símbolo é em sua essência uma espécie de revelação, um conhecimento profundo, que é compreendido até um determinado ponto por cada pessoa, segundo suas aptidões, no estágio em que se encontra na sua evolução.

Segue uma definição bem interessante do que é simbolismo, nas palavras de René Guénon: "O real simbolismo, longe de ter sido inventado artificialmente pelo homem, se encontra na própria natureza, ou melhor dizendo, a natureza inteira, nada mais é do que um símbolo de realidades transcendentes".

Quando um símbolo não é compreendido, seu significado fica "deformado".

Por outro lado, nem sempre conseguimos compreender tudo, não conseguimos captar tudo o que nos é oferecido, pois quando a "luz" é muito forte, ao invés de iluminar nosso caminho, acaba nos cegando. Repetindo o que disse acima, todo o conhecimento é compreendido de acordo com o estágio de evolução de cada um.

Você já parou para observar o simbolismo de tudo que está ao seu redor?

Por exemplo, tenho notado coisas interessantíssimas, em vitrais, decorações e até na própria arquitetura de igrejas católicas e outros tipos de monumentos que visitei mundo afora.

E você, o que percebe do que está à sua volta?

( Texto : Wilson Luiz Negrini de Carvalho )

terça-feira, 1 de janeiro de 2013

FRASES PARA REFLEXÃO EM 2013

Escolhi 5 frases, tiradas de um livro do Augusto Cury chamado DOZE SEMANAS PARA MUDAR UMA VIDA.

Elas não são simples frases de motivação ou "chavões", como aquelas que coloco todos os meses neste blog.

Elas contém "algo mais", que precisa ser refletido e "trabalhado".

Por isso as escolhi como frases para reflexão em 2013:
  • Ninguém pode decidir mudar sua história, só você mesmo.
  • Aquilo que é belo está escondido em cada coisa. Enxergue algo além da imagem. A qualidade de vida se esconde nas coisas mais simples.
  • Procure o sucesso em tudo que você faz, mas não gravite em torno da fama. Se ela acontecer, não a superdimensione. Lembre-se de que um dos sintomas doentios de nossa espécie é que ela coloca alguns no palco e a maioria na platéia para aplaudi-los.
  • Qual é a maior vingança contra uma pessoa que o decepcionou? É compreender sua fragilidade e perdoá-la. Perdoe-a e você ficará livre dela. Odeie-a e ela dormirá com você e perturbará o seu sono.
  • A emoção pode gerar a mais rica liberdade ou a mais drástica prisão: o cárcere da emoção. Não há dois senhores: ou você domina, ainda que parcialmente, a energia emocional, ou ela dominará.

FRASES QUE GOSTO (JANEIRO/2013)

Frases deste mês:
  • Tua luz brilha, mesmo quando não a queres, mesmo quando não a vês. Poderás esconder-te de ti mesmo, apagando todas as tuas velas, todas as tuas lamparinas; cobrindo com véus as tuas estrelas azuis, nublando com nuvens pesadas o teu céu para que nele nem a lua e nem o sol possam ser vistos... Mas quando te distraíres, por segundos, ao som de uma canção que invoca a luz do amor, quando te distraíres olhando para o mar ou brincando sem querer com os cata-ventos da tua memória, saberás que brilhaste... E, se neste momento puderes soltar tuas amarras e, feito um pássaro, voar pelo teu universo interior, verás quão luminoso é o teu ser. Sentirás as mãos amorosas da existência guiando teu coração e ensinando-te a amar... Saberás não estar sozinho, saberás ser amado e agraciado pelo amor do teu Criador. E tudo isso porque deixaste, sem querer, a tua luz iluminar, o teu ser respirar a vida que brota alegre a cada momento em que te decides por ti mesmo. Lembra, Deus abençoa e te sorri por isso.
  • Os olhos são inúteis, quando a mente é cega.
  • Eu só tenho medo de não ter tempo de cometer todas as loucuras que desejo.
  • Vimemos em um mundo onde tudo tem preço, mas quase nada tem valor.
  • Eu sou responsável pelo que eu falo e não pelo que você entende.