sexta-feira, 28 de agosto de 2015

RECEITA DE BOLINHO DE BACALHAU


Ingredientes:

  • 300 gramas de bacalhau dessalgado, sem espinhas e cozido, cortado em pedaços
  • 500 gramas de batatas cozidas
  • 2 ovos
  • 1 colher de sopa de cheiro verde
  • Metade de uma cebola grande cortada em pedaços grandes
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto
  • Óleo para fritar

Preparo:

Coloque os pedaços do bacalhau em um processador de alimentos e bata por cerca de 30 segundos, até que se transforme em fiapos. Se não tiver o processador poderá usar uma máquina de moer carne, passando o bacalhau 2 vezes por ela ou então picar o bacalhau finamente.

Amasse as batatas, transformando-as em um purê.

Coloque a cebola e o cheiro verde no processador e bata por cerca de 15 segundos até que a cebola fique em pedaços bem pequenos. Se não tiver o processador pique em pedaços bem pequenos a cebola com o cheiro verde.

Misture bem o bacalhau com a batata, a cebola e o cheiro verde, até formar uma massa.

Ponha sal e pimenta-do-reino a gosto, adicione os dois ovos e mexa bastante até que a massa fique homogênea.

Enrole os bolinhos com a mão no tamanho que desejar e frite-os em óleo bem quente até que fiquem dourados.

Retire-os e coloque-os sobre papel absorvente.

( Foto : Wilson Luiz Negrini de Carvalho )

Para você que gosta de receitas de bacalhau, gostaria de deixar minha recomendação de um livro:

 

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

PLATÃO E O CARRO



Na minha busca constante pelo conhecimento, deparei-me com uma situação no mínimo curiosa.

Em Florença (Itália), existe a biblioteca Laurenciana, onde podemos encontrar manuscritos em grego, das obras de Platão.

Existe um diálogo chamado Fedro, escrito por Platão provavelmente por volta de 370 A.C., onde podemos curiosamente ver a seguinte descrição, que é conhecida também como o Mito do Cocheiro.

"Pois bem, os cavalos e os cocheiros dos Deuses são todos bons e de boa origem, mas os dos outros (humanos) são misturados. O que nos diz respeito (a nós humanos), é que existe um cocheiro que conduz um carro com uma dupla de cavalos, sendo que um destes cavalos é bonito e formoso, que nos leva para o alto, e está repleto de boas qualidades, enquanto o outro cavalo é completamente o contrário, com más qualidades, que nos leva para baixo, e que nos resultará numa dificuldade em lidar com ele."

Existem mais detalhes no texto obre as características dos cavalos, que deixa bem claro que um é o oposto do outro, e também outros detalhes que nos remetem à imagem acima.

Ao ler o texto de Platão, tem-se uma idéia bem formada sobre o equilíbrio do bem e do mal, da razão e da emoção, que no meu entendimento, é bem representada pelos cavalos da carta número 7 do Tarot. Não estou dando aqui o significado desta carta. Estou apenas analisando a sua aparência.

Na imagem acima, do Tarot de Arthur Edward Waite, os cavalos foram substituídos por duas esfinges, mas no Tarot de Marselha, cujos desenhos das cartas remontam a tempos anteriores ao de Waite, existe efetivamente cavalos, e é possível notar claramente as descrições dadas por Platão.

Ninguém sabe ao certo sobre a origem das imagens das cartas de Tarot, mas deixo aqui a minha percepção sobre pelo menos uma das cartas: O CARRO.

( Texto e foto : Wilson Luiz Negrini de Carvalho )


Para aqueles que desejam conhecer um pouco mais sobre o Tarot, segue a sugestão de um livro:

sábado, 22 de agosto de 2015

FOTO DO MÊS (AGOSTO/2015)


( Foto : Wilson Luiz Negrini de Carvalho )
Para você que gosta de fotografia e quer aprender truques essenciais para tirar uma boa foto, recomendo o livro abaixo:
 
 

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

LIVRO : ASSUMINDO A SUA PERSONALIDADE



Título do livro: Assumindo a sua personalidade - Aproveite da vida tudo que ela tem para oferecer

Autor: Leo Buscaglia

Editora: Record

Minha percepção sobre o livro: Publicado no Brasil no início da década de 1980, é um livro que mistura vários temas, como por exemplo fases da vida, comportamento, religião e outras coisas. O autor consegue mesclar o temas, produzindo uma leitura interessante e que traz um aprendizado para o leitor. Na minha percepção, não encontrei grande ligação do título do livro com o seu conteúdo, mas independente disto, vale a pena ler.

Conheça também este outro livro que fala também sobre o tema da personalidade:

sábado, 15 de agosto de 2015

SANHAÇO-DO-COQUEIRO


Nome brasileiro: Sanhaço-do-Coqueiro

Nome científico: Tangara palmarum (Wied, 1823)

Nome em inglês: Palm Tanager

Fotografado em Ubatuba (SP), Brasil

( Foto : Wilson Luiz Negrini de Carvalho )

terça-feira, 4 de agosto de 2015

A FARSA DA FALSA VALORIZAÇÃO DE IMÓVEL, COMO JUSTIFICATIVA PARA SE REALIZAR OBRAS EM CONDOMÍNIOS

Este artigo reflete minha opinião sobre o tema aqui descrito e em nenhum instante é dirigido a qualquer pessoa ou condomínio em específico. Se por acaso algum leitor se sentir incomodado ou mesmo ofendido com o que está escrito aqui, ou seja, se a "carapuça" lhe servir, aproveite a oportunidade para ver se aprende algo e quem sabe até consiga tornar-se alguém moralmente melhor no futuro.

Hoje vou falar sobre algo que acontece muito nos condomínios atualmente.

Trata-se de um “truque sujo” usado por síndicos, administradores e moradores que desejam realizar obras em condomínios, obras essas que a maioria das vezes apenas atendem aos caprichos de alguns, ao invés de beneficiar toda a comunidade.


Normalmente você vê isso acontecer durante as assembleias, onde são apresentados projetos de obras ou supostas “benfeitorias”, para aprovação dos condôminos.

Aqueles que têm interesse, muitas vezes chegando até a ter um nível bastante suspeito de interesse na realização das obras, alegam para os demais participantes da assembleia, que realizar a obra será uma ótima coisa para o condomínio, pois irá valorizar o apartamento e o condomínio.

Os moradores, que nada entendem de mercado imobiliário, acreditam nesta mentira e pensam que estão fazendo um bom investimento em seu imóvel, mas a coisa não é bem assim.

Este “truque sujo” mistura uma mentira com uma verdade, na tentativa de dar mais credibilidade à farsa.

Vou explicar...

Temos duas situações diferentes:

1-) Quando você compra um sítio ou uma chácara que não tem nada mais além de mato, e começa a fazer benfeitorias diversas, como por exemplo construir uma casa, uma piscina ou qualquer outra coisa que seja, o valor do imóvel realmente aumenta, e em alguns casos aumenta muito, por conta do que você construiu. Isto é uma verdade.

2-) Quando se fala em condomínios, a coisa é diferente, pois os imóveis já estão construídos. As obras eventualmente realizadas no futuro podem até ter alguma valorização, mas ela é pouca e irrisória. Se você comparar a valorização alcançada com o valor total investido na obra, vai perceber que fez um péssimo negócio.

Onde está o “truque sujo”?

As pessoas mentem, e tentam vender para os condôminos a ideia de grande valorização, para uma coisa que terá apenas uma valorização irrisória. Misturam a situação 1 com a situação 2. Os condôminos são enganados, pois apartamentos obedecem o valor de mercado e não o valor cumulativo das obras realizadas.

Conheço diversos casos em que os otários dos condôminos que acreditaram nesta história, tentaram vender seus apartamentos por um valor maior que o praticado no mercado, assim que terminou a obra que supostamente traria grande valorização ao condomínio. Obviamente não conseguiram, e com o passar dos meses, os “trouxas” se deram conta que jamais alcançarão o valor imaginado. Infelizmente, existem aqueles que são mais burros ainda, e que continuam acreditando eternamente que houve uma enorme valorização, sem entender o que aconteceu de verdade.

Pare de ser otário e entenda de uma vez por todas: De nada adianta você pagar por uma obra milionária em seu condomínio, pois o valor de seu apartamento obedece o valor de mercado.

domingo, 2 de agosto de 2015

PIRITA


Segundo aqueles que estudam os cristais, a pirita é usada para libertar a pessoa de medos e frustrações, reduzir a ansiedade, desfazer bloqueios, atrair riqueza e realizar sonhos.

Na parte física a pirita é indicada para sistema nervoso, cabelos, pele e sistema respiratório.

A pirita é conhecida também como "ouro de tolo", pois no passado, durante escavações, mineradores acreditaram ter achado ouro, por causa do dourado brilhante do metal.

( Texto e foto : Wilson Luiz Negrini de Carvalho )

Este artigo foi publicado pelo autor pela primeira vez em 2005, no site da empresa Completec.

sábado, 1 de agosto de 2015

FRASES QUE GOSTO (AGOSTO/2015)

Frases deste mês:
  • O sucesso é sempre algo que se segue a várias tentativas fracassadas de se fazer as coisas certas. - Walter Anderson
  • Hoje há um problema: pobre só anda com pobre. As pessoas têm de buscar amigos entusiasmados com o futuro. Se você anda com pessoas que são pessimistas, nunca vai ter nada. - Robert Kiyosaki
  • Trabalhar mais, não é sinônimo de competência.
  • Faça da ansiedade uma aliada. Primeiro, entenda o que você sente; em seguida, aja. Nada cura a ansiedade mais rápido do que agir. - Walter Anderson
  • Um profissional adaptado é um profissional privado da insatisfação necessária para ser criativo, ou seja, é um profissional morto. - Domenico de Masi